Não é só violência física #TambémÉViolência

POR Vivi Najjar | Além da Juba

Expondo o tema da violência doméstica, apontando os sinais de violências banalizadas em relacionamentos abusivos e oferecendo medidas práticas para ajudar as mulheres vítimas, a ONG Artemis – organização que luta pela autonomia feminina e pela erradicação de todas as formas de violência contra a mulher – lançou a campanha #tambéméviolência com o apoio da marca ativista de cosméticos Lush.

 

A intenção da campanha é alertar a sociedade sobre as diferentes formas de violência contra a mulher: além da agressão física, que deixa marcas visíveis, existem outras formas de violência, silenciosas e veladas, que afetam as mulheres, como a psicológica e a patrimonial.

 

Cerca de 40 mulheres, entre celebridades e ativistas pelos direitos das mulheres, posaram com insultos que estão associados à violência psicológica contra a mulher. As fotos estão sendo compartilhadas com a hashtag #tambéméviolência.

 

Além do compartilhamento de fotos, durante a campanha, ativistas da Artemis irão distribuir nas lojas Lush uma cartilha com informações sobre violência doméstica e o que deve ser feito para se denunciar ou procurar ajuda.

 

Toda renda arrecadada com a venda do sabonete em barra da marca, chamado Karma, será doada para a ONG. A campanha encerra-se dia 10 de outubro, Dia Nacional de Luta Contra a Violência à Mulher.

 

De acordo com um ranking da ONU Mulheres, O Brasil ocupa o 5º lugar no ranking de feminicídio entre 84 países. Dos casos de violência doméstica, 41% deles acontecem dentro de casa e 57% iniciam-se após o término de um relacionamento. Além disso, 3 em cada 5 mulheres sofreram, sofrem ou sofrerão violência em um relacionamento afetivo no Brasil.

 

O artigo 5ºda Lei Maria da Penha define violência doméstica como “qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial”. Mesmo assim, nem sempre a vítima consegue sair de um ciclo de violência e as denúncias de abusos psicológicos, patrimoniais, chantagens e ameaças não são efetivadas, já que não há nenhum hematoma visível.

 

 

#TambémÉViolência

Saiba mais em http://www.artemis.org.br/violenciadomestica

 

Compartilhe esse post!
Receba todas as dicas por e-mail
Relacionados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *