Transição Capilar, e agora? Voltando aos Cachos!

POR Vivi Najjar | Juba

Quem passa pela transição capilar sabe que este não é um processo tão simples quanto na teoria. Deixar a raiz cacheada ou crespa crescer enquanto estamos com as pontas alisadas e lidar com essas duas texturas vai muito além da prática.

 

É também um longo processo de aceitação e extrema paciência.

 

Para muita gente a nova textura da raiz pode ser um desafio nunca antes encarado, já que passamos tanto tempo escravas das químicas.

Transição Capilar - antes e depois de Vivi Najjar - cachos - Blog Juba de Leoa por Vivi Najjar

Ao tomar esta decisão, há três passos que podem te ajudar a iniciar o processo de Transição Capilar:

 

– A transição capilar também mexe muito com nossa autoestima, portanto esteja fortalecida. Trace seus objetivos e os tenha sempre muito claros. Ame os cachos que despontam e tenha sempre consciência de que assumir seu cabelo natural também faz parte de assumir quem somos.

 

– Tenha com quem desabafar! Muitos irão contra, infelizmente. Mas, supreendentemente, você terá apoio de muita gente também. E, no meio do caminho, poderá encontrar quem já passou ou está passando por este processo. É importante ter com quem conversar sobre as frustrações para não desistir.

 

– Busque inspirações: quando você começar a estremecer é importante ter um ponto de referência de quem já passou pelo mesmo processo para se inspirar.

 

Com a decisão tomada, há algumas formas de facilitar ou amenizar sua transição capilar:

 

– Deixar o cabelo natural

Para mim, essa é a decisão mais ousada, pois haverá as duas texturas para lidar: a raiz crespa ou cacheada e as pontas alisadas. Conforme a raiz cresce, mais destacada fica a diferença.

Aqui você pode usar e abusar de recursos como faixas, bandanas, turbantes, acessórios e os mais diversos penteados e texturizações.

Transição Capilar - Acessórios para cabelos cacheados e crespos - blog Juba de Leoa por Vivi Najjar

– Big Chop (BC)

Traduzido como grande corte, corta-se toda a parte com química e deixa-se apenas a raiz natural.

Tem gente que raspa e tem gente que deixa o cabelo crescer por um tempo até cortar.

Transição Capilar - Big Chop - Blog Juba de Leoa por Vivi Najjar

 

– Escova ou chapinha

Apesar da ansiedade de se ver logo com os cachos, essa pode ser uma alternativa para quem não quer ficar com duas texturas e nem cortar o cabelo curto.

Mas atenção, o calor do secador ou da prancha danificam os fios.

Transição Capilar - Secador e Chapinha - Blog Juba de Leoa por Vivi Najjar

– Babyliss

Assim como a chapinha, o babyliss também danifica os fios, portanto é importantíssimo redobrar os cuidados se optar por essa técnica.

A vantagem de se fazer o babyliss nas pontas alisadas é de se acostumar com os cachos e o volume para quando o seu cabelo natural reinar.

Transição Capilar - Babyliss - Blog Juba de Leoa por Vivi Najjar

– Químicas “transformadoras”

Alguns profissionais têm vendido essa ideia de químicas que prometem “reverter” o alisamento. Eu, particularmente, tenho receio de tentar tirar uma química com outra, principalmente pelo risco de corte químico, mas esta é uma das opções oferecidas.

Transição Capilar - Cabelo Cacheado - Blog Juba de Leoa por Vivi Najjar

– Tranças ou Box Braids

Além de mudar o visual, é uma ótima alternativa enquanto o cabelo natural cresce.

Transição Capilar - Tranças - Box Braids - Beyonce - Blog Juba de Leoa por Vivi Najjar

 

Como foi a minha Transição Capilar

 

A minha transição capilar não foi algo exatamente planejado e pensado.

 

Eu fazia relaxamento no cabelo há oito anos e luzes há cerca de quatro anos até que um “inesperado” corte químico aconteceu.

 

Então eu digo que ocorreu o que costumo chamar de “Big Chop forçado”. Como toda parte do cabelo do topo e do meio da minha cabeça caiu, acabei fazendo um mega hair para cobrir. O que não durou muito tempo.

 

Neste processo, conheci uma cabeleireira incrível especializada em cabelos étnicos, a Solange Dias, que me mostrou o quanto o meu cabelo natural poderia ser lindo. Ela fez comigo um trabalho muito além da estética, foi realmente a aceitação da minha juba.

 

Com a Solange eu também aprendi os primeiros passos para cuidar dos cachos e, então, cortamos o cabelo de uma forma que cobrisse as falhas até que ela pudesse cortar de vez toda a parte alisada.

 

 

O que eu posso te dizer para ajudar na Transição Capilar?

 

Essa é a hora de aprender a amar seu cabelo. Agora vocês passarão muito mais tempo juntos, então aproveite para realmente conhecer seus cachos, aprender a manipulá-los, sentir que tipo de produtos eles gostam.

 

E o mais importante de tudo: exercite sua paciência! Os cabelos crescem, em média, 1cm ao mês. Os cachos também! Mas considere que eles não crescem em linha reta, então a sensação é de que a demora para crescer é ainda maior…. mas é apenas sensação. Se você esticar um cacho verá seu tamanho real.

 

Filtre as opiniões alheias e só fique com aquelas que te fizerem bem. Muita gente vai criticar e outros vão apoiar. Escolha a quem dar relevância.

 

E lembre-se, o que fica bem em você é aquilo que você decidir!

 

Persista e aceite-se! Isso, sim, é liberdade!

Compartilhe esse post!
Receba todas as dicas por e-mail
Relacionados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 Comentário:Transição Capilar, e agora? Voltando aos Cachos!
  1. Solange Dias

    Tenho Orgulho de vc Bjus

    • Vivi Najjar

      Minha fada madrinha dos cachos! <3

  2. Lilian

    Vivi, estou bem neste processo!15 anos de progressiva, chapinha e há 8 meses assumindo a juba rs… confesso que as vezes tenho vontade de desistir, mas estou exercitando a paciência. Bjs e saudades.

    • Vivi Najjar

      Lili, realmente é um processo complicado. Quando eu passei por isso, há quase 14 anos, ninguém falava em transição…. mas isso não significa que tenha mudado alguma coisa, a paciência necessária é a mesma. Não desiste não, garanto que vale a pena. Se quiser conversar me chama! Beijos

  3. brunna

    Eu adoro ler a história de vcs. Acho muito interessante. No meu caso, estou fazendo tbm, mas meu cabelo não é cacheado, é ondulado, daí não forma cachinhos, só ondula.. difícil =(

    • Vivi Najjar

      Venha sempre, Brunna! E compartilhe sua história com a gente também! <3

  4. Aline Priscila

    Vivi, é através de histórias como a sua que me esforço todos os dias em permanecer na transição.
    Está difícil, estou com 6 dedos de raiz, e a vontade de cortar tudo me consome todo dia rs
    Quero deixar crescer até o ombro pra fazer o big chop!
    Beijinhos

    • Vivi Najjar

      Oi, Aline! A paciência e a persistência são nossas melhores amigas nessa fase de transição. Não desista, pois te garanto que vale a pena. Se quiser conversar estou sempre disponível. Beijos!